Início > Sem categoria > #centropalhasouza – Desconstruindo as mentiras – 1

#centropalhasouza – Desconstruindo as mentiras – 1

por Ricardo Festi

Numa greve como a dos servidores (professores e funcionários tecnico-administrativos) do Centro Paula Souza, a disputa da opinião pública torna-se fundamental. Ela não paralisa nenhuma produção do capital, como é o caso de uma greve no setor industrial, que causa prejuízo direto ao patrão, forçando-o a negociar desde o início com os grevistas para que a mais-valia volte a ser produzida. Nossa greve paralisa o serviço público, atingindo direta ou indiretamente a população que usufrui dele. Portanto, torna-se crucial na nossa mobilização o convencimento da população da justeza de nossas causas.
Não queremos neste artigo descontruir o discurso contrário a greve nos serviços públicos – deixamos para um próximo artigo. Muitos compreendem facilmente que quem vem paralisando o serviço público, com a precarização das estruturas e do trabalho, com as privatizações, são os diversos governos estaduais, municipais e federais. Portanto, a precarização do serviço público (em última instância, a perda do seu sentido público) é uma política consciente de Estado. E cabe a nós demonstrar isso.
O Centro Paula Souza ficou conhecido nacionalmente enquanto uma instituição de ensino médio, técnico e tecnológico de “excelência”. Quem não se lembra das propagandas eleitorais do PSDB nas ultimas eleições para o governo estadual e federal? O que teme o governador Alckimin, em sua plena crise partidária e de governo (não nos esqueçamos que o PSDB saiu das eleições dividido e agora seu aliado na capital resolveu criar um novo partido, agariando algumas velhas e novas figuras bizarras para o seu lado), é que a greve dos professores e funcioários do Centro escancare as verdadeiras condições de trabalho desta autarquia. Por isso mesmo, nesta ultima quinta-feira, 12/05, o governador e a Laura Lagná (a nossa autocrática da superintendencia) anunciaram para a imprensa (e não para a categoria ou o sindicato, nosso legítimo representante) um aumento salarial de 11% como parte de uma política de valorização salarial.
O que pretendem com este anúncio: 1) desmobilizar nossa greve, tentando enganar nossa categoria que este aumento basta para cobrir nossas perdas destes ultimos anos; 2) convencer a população que o governo está preocupado com a educação e que os “intransigentes”, aqueles que “estão contra a educação de qualidade”, que “só querem fazer política contra o governo” (e inúmeros outros argumentos desqualificadores) são os grevistas. Uma pessoa comum, sentada em seu sofá vendo o jornal da noite pensaria: porque uma greve se já receberam o reajuste? 3) esconder as verdadeiras condições de trabalho do Centro Paula Souza.
Mas vejamos a verdade: 1) 11% não cobrem nem mesmo as perdas que tivemos referente a inflação destes ultimos anos, em torno de 82% para os professores e 97 para os funcionários. 2) se o governo estivesse preocupado com uma política de valorização salarial, teria dado este aumento/reajuste há muitos anos atrás. Não estamos diante de um novo governo, que estaria revertendo uma política salarial nefasta de um governo ou governos anteriores. Estamos diante do mesmo governo, do mesmo partido, e da mesma pessoa! 3) o governo tenta nos confundir com seus índices, calculando quanto seria nosso salário numa jornada de 40 horas semanais. Outra mentira, pois nosso contrato não é em torno de uma jornada de trabalho (como acontece aos professores da Secretaria de Educação), mas sobre hora-aula. A maioria não chega a passar de 10 hora-aulas por semana e essa condição de trabalho é outra faceta da precarização, pois exime o Estado de um contrato baseado na estabilidade do servidor público (professor) e de uma jornada que não deveria ser constituída apenas por aulas, mas também preparação destas, estudos, monitorias e pesquisa.
Por isso os estudantes estão certo. Eles acham que somos palhaços, que vamos baixar a cabeça e voltar para o picadeiro? Vamos Usar todas as ferramentas virtuais e reais para divulgar nossa luta!#circopalhasouza neles!
Anúncios
Categorias:Sem categoria
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: